Cotidiano Chinês

Um pouquinho da nossa vida na China…

Arquivo para o mês “abril, 2013”

Bem Bom Comidas!

Todo brasileiro que vem pra China, por mais aberto que seja a novas experiências com comida – e olhe que na China são muitas – acaba sentindo falta do arroz com feijão de todos os dias. É inevitável!

Então, pra quem quer dar um tempinho de vez em quando na pimenta, coentro e gengibre (ingredientes muito presentes no dia-a-dia chinês) as queridas Patricia e Lila começaram um emprendimento muito legal chamado: BEM BOM COMIDAS!

Em um grupo de brasileiros que temos aqui em Shenzhen, quando nos reunimos nos fins de semana ou em alguma comemoração, a mão abençoada das cozinheiras sempre enche a barriga de todo mundo! E nós adoramos!

O Bem Bom Comidas, vem com a idéia de refeições prontas congeladas, sempre feitas com alimentos frescos, e o consumo pode ser feito em até 15 dias! Já fiz o meu pedido e semana que vem meus almoços diários estão garantidos em grande estilo!! 😀

Segue o Blog do BEM BOM COMIDAS – lá da pra ver o cardápio e entrar em contato com as meninas: http://bembomcomidas.blog.com/

Agora a comidinha brasileira do Bem Bom Comidas também faz parte do nosso cotidiano chinês!!! ÊÊÊ!! 😀

Anúncios

Tire os sapatos!

Quando estava vindo para a China, eu sabia que iria me deparar com uma cultura extremamente diferente da minha, mas sinceramente, não imaginava que ia ser tanto!

A comida, a comunicação, os costumes, o modo de pensar… Algumas coisas, não consegui me adaptar, apesar de ver todos os dias. Por exemplo: os chineses fumam muito, em todos os lugares, inclusive restaurantes e dentro de elevador – não sei se eu é que estava acostumada com a lei anti-fumo no Brasil, mas realmente não há nada melhor do que respirar um ar limpinho. O buraco, é outra coisa que já mencionei há alguns posts atrás, e que eu poderia viver aqui 30 anos e acho que nunca vou gostar… kkkk Além disso, eles cospem muito no chão! Isso, na visão deles, além de não ser nojento é até higiênico – tirando as impurezas do seu organismo… Eca! kkk Mas em compensação há outras coisas que recebi de braços abertos e uma delas é tirar os sapatos ao entrar na casa de alguém (e na nossa casa).

É incrível que qualquer pessoa que venha na sua casa, antes de pisar porta adentro, já está tirando os sapatos. Isso porque na maioria das casas, as pessoas deixam todos os sapatos realmente FORA da casa – no corredor mesmo (como na foto abaixo).

IMG_2390

E nós aqui em casa, apesar de mantermos os sapatos pra dentro, aderimos muito bem a isso. Pare pra pensar, nós pisamos em tanta sujeira, o dia todo, que nada mais higiênico pra manter nossa casa limpinha do que tirar os sapatos e colocar um chinelinho no lugar. Além disso, muito mais confortável. Nós temos inclusive vários chinelinhos que pegamos de hotéis e mantemos aqui para as visitas.

No começo, pode parecer estranho e desconfortável ter que ficar exibindo os pés na casa de qualquer um. Mas depois que nos acostumamos, é automático! Caso contrário, se esquecemos de tirar, nos sentimos estranhos e até mal-educados.

Tirar os sapatos diariamente, também faz parte do nosso cotidiano chinês! 🙂

P.S.: Todas as informações desse blog não podem ser generalizadas. A cultura varia muito de um povo para outro, e considerando que a China é um aglomerado de pequenos países, vocês podem imaginar a diversidade de costumes que estão concentrados na gigante China!

A Praia

Como poucos sabem, Shenzhen é uma cidade litorânea, ao sul da China, colada com Hong Kong. Porém, quem vem pra cá, não imagina que temos praias! A cidade é enorme e muito moderna, nem um pouco cara de litoral – mas tem!

Bom, depois de 8 meses por aqui, decidimos dar um pulo na areia para ver como era a praia.

Apesar das catracas para entrar (controlando o número de pessoas para não lotar), tudo normal! Areia, mar, côco verde, colarzinho, baldinho de areia e esteira pra vender… Mas uma grande diferença são os chineses (obviamente)! E QUE diferença!

IMG_2474

IMG_2472   IMG_2471

IMG_2470

Não era um dia ensolarado, porém também não estava frio. Um mormaço gostoso… Mas olha, se encontramos 3 chineses de sunga foi muito. O pior é que o resto (e esse resto era bastante gente) não estava com roupas “próprias” para banho, e sim de terno, sapato, salto alto, meia fina, casaco, cacharrel, camiseta e calça comprida… Como se estivessem indo ao shopping em plena meia estação sabe?

IMG_2476 

IMG_2501

IMG_2502

Que o chinês não gosta de sol isso nós já entendemos. Quando sai um solzinho em Shenzhen, a sombrinhas se abrem. Todo chinês anda com uma sombrinha na mão! Ah, mas daí vocês podem dizer que em Curitiba todo mundo também tem né… Mas é porque Curitiba CHOVE demais. Aqui, faz SOL demais – e o chinês não gosta do sol. Usa guarda-chuva, blusa de manga comprida, calça, viseira e tudo o mais que ajudar a evitar “pegar uma corzinha”- coisa que tanto gostamos! O padrão de bonito (e status) é a pele branquinha.

Mas ver aquele monte de gente vestida com roupas normais, na areia da praia, ou brincando perto do mar, foi realmente algo bem diferente.

Continuando nossa aventura pela praia, como bons brasileiros, estávamos à procura de uma cervejinha gelada para podermos sentar e relaxar um pouco. Nas mesmas barraquinhas onde vendia sorvete e baldinho de areia, tinham algumas geladeiras com as bebidas dentro.

Há uns dois posts atrás, falei sobre a questão das bebidas geladas por aqui né? Pois é, vivemos novamente essa situação sábado passado: As barraquinhas, com umas 3 ou 4 geladeiras, todas desligadas! Resultado: a cerveja que queríamos comprar ali na beira da praia, só tinha “quentinha”. Até tentamos colocar algumas latinhas no meio dos sorvetes pra ver se resolvia o problema, mas até gelar no ponto que a gente gosta, iria anoitecer!

IMG_2469

Para saciar nossa sede, fomos a um hotel um pouco antes da praia para comprar cerveja gelada, e andamos pela praia para conhecer o local.

Nesse tempo que estamos por aqui, aprendi que tudo o que vivemos até hoje, pode ser vivido de maneira diferente. Para nós, muitas vezes é difícil entendermos a cabeça do oriental, mas o caminho contrário – eles entenderem os estrangeiros – é igualmente complicado!

Não podemos esquecer nunca que os “estranhos” por aqui, somos nós, e não eles. Nós é que somos os instrusos e estamos morando na casa deles. A grande maioria, não conhece e nem nunca ouviu falar no modo como nós gostamos de ir a praia, então esse é o normal para eles. Apesar de ser engraçado, é tudo uma questão de ponto de vista 🙂

A praia, apesar de ser a primeira vez que visitamos, também faz parte do nosso cotidiano chinês! 🙂

Navegação de Posts

Episódio China

Cenários, personagens e aventuras de uma temporada no oriente

Xing-Ling

Um pouquinho da nossa vida na China...

Perdido na China

Um pouquinho da nossa vida na China...